Nossa História

  • Início

    Três fatos marcaram indelevelmente minha história: o conhecimento pessoal de Jesus Cristo em 21 de junho de 1975, a chamada ministerial em julho de 1976 e o casamento com a Mariângela em julho de 1985. Em 2005, com vinte anos de caminhada conjugal, agraciado com dois filhos abençoados (André e Sarah), com quase vinte e cinco anos de caminhada ministerial, sentí a convocação divina para realizar uma obra nova, que me fez lembrar a palavra sábia do Pe. Antonio Vieira: “diz Cristo, que saiu o pregador evangélico a semear a palavra divina. Bem parece este texto dos livros de Deus. Não só faz menção do semear, mas faz também caso de sair: exiit porque no dia da messe hão de nos medir a semeadura e hão de nos contar os passos. O mundo, aos que lavrais com ele, nem vos satisfaz o que dispendeis, nem vos paga o que andais. Deus não é assim. Para quem lavra com Deus até o sair é semear porque também das passadas colhe fruto”.

  • Sair

    Esta ordem ecoou intensamente em meu coração, mas sair para onde? Desde maio/2005, pela instrumentalidade do amigo Jean Nascimento, então pastor da Igreja Presbiteriana de Campinas, fui sendo divinamente atraído a uma terra que não conhecia: Residencial Eldorado, um bairro vertical planejado, hoje com quatorze condomínios clubes ao redor de um shopping Center, situado na região oeste de Goiânia marcada por grande expansão imobiliária. Gradativamente, Deus foi enviando sinais confirmativos de Seu plano sábio e soberano, que delinearam os contornos humanos deste sonho divino: a Igreja Presbiteriana Pedra Viva.

  • A plantação

    da igreja contou com a paternidade eclesiástica inicial do Presbitério Leste de Goiânia, que votou uma pequena verba para cobertura dos gastos ministeriais. Para sustento da família, Deus manifestou Sua provisão através de amigos, parentes e igrejas. Em janeiro/2006 – começamos uma célula evangelística semanal no Condomíno Granville (condomínio horizontal), na residência dos irmãos João e Patrícia Bitencourt, e reuniões dominicais em residências de pessoas interessadas. A partir de maio iniciamos os cultos públicos regulares na Escola Municipal Deusaídes de Oliveira e a partir do dia 31 de dezembro/2006 no espaço comunitário da Av. Milão, 1798, Celina Park.

  • IPB Pedra Viva

    Focados desde o início em adoração, comunhão, evangelização, discipulado e serviço, chegamos ao final do primeiro ano com um grupo base comprometido com o Senhor e com o sonho de serem os pioneiros de uma nova frente do Reino. Lançando sementes evangelísticas através das células e promovendo a capacitação de líderes pelo discipulado, em dezembro de 2009, participamos da organização de um novo concílio – o Presbitério Metropolitano de Goiânia, o qual transferiu nossa jurisdição para a Igreja Presbiteriana Luz, com quem desenvolvemos uma abençoada caminhada que, sem envolver nenhum investimento financeiro e nenhuma interferência administrativa, aqueceu em nosso coração a riqueza de sermos uma igreja comprometida prioritariamente com o discipulado.

  • Passo importante

    Em maio de 2011, num passo de fé, locamos novo imóvel localizado na Rua CP-113, Qd CP-15, Lote 21, Celina Park. Prosseguimos no processo de capacitação de líderes, em especial, o preparo de irmãos para o diaconato e presbiterato num ciclo de discipulado que durou cinco anos. Fechado este ciclo de implantação, por decisão do Presbitério, fomos organizados como igreja no dia 18 de maio de 2014.

  • Sonho

    A Igreja Presbiteriana Pedra Viva é, assim, um sonho nascido no coração de Deus, transferido ao meu e ao de minha esposa Mariângela por meio de sinais claros emitidos em oração, na Palavra (Isaías 54) e através de diversas circunstâncias que deixaram-nos com a absoluta certeza de que, apesar das nossas limitações, Ele, em Cristo Jesus – Senhor da Igreja, está edificando uma comunidade cristã que cresce: “calorosa por meio do companheirismo, intensa por meio do discipulado, forte por meio da adoração, ampla por meio do ministério, numericamente por meio do evangelismo”.

    No Cristo Pedra Viva
    Pr. Jair Francisco Macedo